Café da tarde

Uma memória afetiva que permanece acesa em minha mente, é uma paixão que me conforta e acalma mediante qualquer situação: Café da tare. Pode ser do mais simples ao requintado, estando o pão, café e leite, é o que basta.

Foram dias chuvosos e frios por aqui, a vista da minha janela desanimava, acordar cedo, pedia voltar para cama, e quando chegava a tarde, ahh, o delicioso café coado, com pó e água quente, não tão quente, pois se não o aroma e sabor se perdem.

Um pão recém assado, ou colocado no formo por 10 minutos, parece novo, e que sabor, a manteiga derrete, e as memórias agradecem. Abro a geladeira e vejo o que a lá para mim explorar, degustar e realçar os sabores. Sobrou picadinho de frango com cenoura e batata salsa, pensei: vai ser você que ira me saciar, levemente requentado, picadinho e colocado sobre o pão fatiado.

Uma xícara de café com pouco leite e 3 colheres de açúcar, que delícia, refeição simples, criativa, e original. Meu café da tarde inspirou minhas ideias, me levou até a infância, onde qualquer coisa me deixava nas alturas, não existia a exigência de sabor e paladar em minha percepção, hoje sei o que é bom, o que é o melhor, porém o que é simplório muitas vezes traz a satisfação necessária, não só para a fome, mas para os sentimentos que anseiam essa sensação.

Aproveite, largue o que está fazendo e deguste um bom café a mesa, e se puder, com quem gosta ao seu lado, o sabor é incrível.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s